quinta-feira, 23 de abril de 2015

CULTIVAR A ESPERANÇA




  Observamos no dia 15 de março e recentemente, os milhares de pessoas que, de modo pacífico, demonstrando a boa índole do povo brasileiro, foram às ruas, pedindo um país sem corrupção, um país honesto. Representava, naquelas massas, grande parte da população brasileira, insatisfeita com a situação atual, pedindo um país melhor, independentemente da posição política de cada um. Foi um movimento sem conotação política, apenas querendo uma situação melhor.
Na questão 791 de “O Livro dos Espíritos”, Allan Kardec pergunta se a civilização se depurará um dia, fazendo desaparecer os males e os Espíritos Superiores respondem que sim; quando a moral estiver desenvolvida quanto a inteligência. Na questão seguinte, de número 792, Kardec pergunta ainda por que a civilização não realiza imediatamente todo o bem que ela poderia produzir, e eles respondem que é porque o ser humano ainda não se encontra em condições para tal, nem disposto a obter esse bem. Quando os seres humanos entenderem a necessidade do bem, tudo melhorará.
Vimos nessas manifestações de ruas, pais com seus filhos de seis, sete anos de idade, respondendo aos jornalistas, em entrevista, que estavam levando os filhos para que desde cedo compreendessem a importância da honestidade nas ações. Teremos um país melhor, na medida em que moralmente o Cristianismo estiver sendo vivenciado pela sociedade e honrado no comportamento de cada um. A vivência cristã de modo verdadeiro é a resposta para todos nós.
Na questão 793 da obra acima citada, Kardec pergunta por quais sinais se podem conhecer uma civilização completa, e a resposta dos Espíritos não deixa dúvidas: - Vós a reconhecereis pelo desenvolvimento moral. Acreditais estar muito adiantados por terdes feito grandes descobertas e invenções maravilhosas; porque estais mais bem instalados e melhor vestidos que os selvagens; mas só tereis verdadeiramente o direito de vos dizer civilizados, quando houverdes banido de vossa sociedade os vícios que a desonram e quando passardes a viver como irmãos, praticando a caridade cristã. Até esse momento, não sereis mais do que povos esclarecidos, só tendo percorrido a primeira fase da civilização.
Estamos longe dessa realidade no nosso Brasil, mas o anseio para tal se revela. Uma boa semente foi lançada para um futuro melhor. O desejo de um país honesto, sem corrupção e impunidade, é um desejo da grande maioria da população. Caminhemos praticando o bem, para que um dia a atual situação seja, nos registros históricos, apenas uma remota lembrança. Hoje, como dizem os Espíritos Superiores, conhecemos a sociedade só imperfeitamente. Um dia no futuro, teremos informações que soarão estranhas aos ouvidos daqueles que vivem. Informações que terão de uma época mais atrasada do Brasil e da Terra.
Um futuro de correção, fraternidade, caridade, benevolência e amor, será o destino de todos, na humanidade do porvir, na civilização adiantada, que virá suceder à atual.  Parece um sonho; agora pode ser, mas com a melhora das novas gerações, um dia isso será a realidade; a realidade que sonhamos.
Para tal, é necessário que cada um exemplifique o aprendizado que adquiriu com os conhecimentos do Evangelho de Jesus. Palavras corretas, atitudes corretas, consciência reta, pensamentos retos, são indispensáveis para todos nós. É preciso, como se vê, cultivar a Esperança...

Fonte:
Editorial do jornal “O Imortal”- abril/2015
+ Pequenas modificações e acréscimos.

Jc
São Luís, 16/4/2015

Nenhum comentário: